Como melhorar a memória e qual a importância disso?

A nossa memória vive dando sinais de que é preciso cuidar melhor dela. Diante de uma rotina cheia de compromissos, é comum que o desempenho na escola ou no trabalho fique prejudicado por distrações. Em outros casos, é a idade avançada que causa esquecimentos. Por isso, no post de hoje, vamos falar sobre como melhorar a memória.
Entenda qual é a importância de cuidar da memória e aprenda a usar atividades simples para cultivar essa habilidade mental tão significativa para a saúde e a qualidade de vida das pessoas de todas as idades.

O que é a memória e como ela influencia a saúde?

A memória é uma das funções mentais mais importantes. Graças a ela, o ser humano realiza os diversos processos de aprendizado, consolidando o conhecimento já construído e preparando o cérebro para novas descobertas.
Independentemente da ocorrência de doenças que comprometem a memória, como lesões cerebrais ou mal de Alzheimer, à medida que envelhecemos todos nós perdemos um pouco da capacidade de reter e consolidar as informações.
Por isso, descobrir como melhorar a memória ao longo da vida é muito importante para a saúde e a qualidade de vida.

Quais as melhores técnicas para exercitar a memória?

Segundo os especialistas, as melhores técnicas para exercitar a memória são aquelas que estimulam o cérebro a funcionar de forma diferente do habitual.
Basta fazer pequenas mudanças nas atividades diárias, de modo que elas se tornem um desafio para a sua memória. Você pode:
• Vestir as roupas no escuro;
• Andar de trás para frente dentro de casa;
• Fazer percursos diferentes para transitar na cidade;
• Usar a mão esquerda se for destro (e a direita se for canhoto) para escovar os dentes ou pentear os cabelos;
• Ler uma revista de cabeça pra baixo.
Além de estimular o cérebro a sair da rotina, manter hábitos alimentares saudáveis, praticar atividades físicas e cuidar bem do emocional também contribuem para manter a memória em dia.

Como melhorar a memória na terceira idade?

Com o envelhecimento, é comum acontecerem episódios de esquecimento ou desorientação, que podem comprometer a qualidade de vida dos mais velhos.
Para contornar esses problemas, o idoso precisa ter uma rotina organizada, de modo a realizar suas atividades uma de cada vez. Fazer passatempos, tais como palavras cruzadas ou jogo dos sete erros é extremamente válido, sendo que os efeitos benéficos dessas atividades para a memória foram cientificamente comprovados.
A leitura também é uma atividade que exercita a memória e pode ser otimizada, por exemplo, se o idoso for estimulado a contar para os familiares quais foram os acontecimentos da história lida.

E memória na gravidez, como fica?

Durante a gravidez, a falta de atenção e os lapsos de memória são comuns e acontecem devido às alterações hormonais durante esse período, sobretudo o aumento da progesterona.
Para lidar melhor com a situação, a grávida pode fazer passatempos para estimular a memória, criar listas com as atividades do dia e recorrer, até mesmo, ao alarme do celular para recordar das tarefas mais importantes.
Além disso, evitar o estresse e cuidar bem do sono também são dicas que ajudam a melhorar a memória ao longo do período gestacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *